FORGOT YOUR DETAILS?

CRIAR CONTA

Blog

WINNING faz rebranding da imagem de marca
‘connecting the dots, scientifically’

 A WINNING entra no segundo semestre de 2018 com um rebranding à sua marca: connecting the dots, scientifically  é a estratégia que dá o mote ao posicionamento da primeira Consultora de Gestão Científica que tem como missão atuar no mercado da consultoria de gestão através de métodos científicos, gerando e aplicando conhecimento rigoroso e cientificamente comprovado.

Leandro Pereira, CEO da WINNING afirma que este rebranding surge na sequência dos processos de produção, identificação e utilização de conhecimento científico que temos vindo a aplicar na resolução dos desafios mais complexos com que nos deparamos no dia-a-dia para resolver os problemas dos nossos clientes. Conectamos pontos, de forma científica, aplicando o conhecimento adquirido em benefício dos nossos clientes e de forma a que estes criem vantagens competitivas, em permanência, para os seus próprios negócios”. Ao longo da sua existência a WINNING tem crescido, conquistado novos mercados, alargado as suas áreas de atividade e expandido o seu portfólio de negócios. A marca tem acompanhado as mudanças rápidas e as inúmeras transformações de mercado que ocorrem a uma velocidade veloz nos últimos anos pelo que, nas palavras de Leandro Pereira “pretendemos continuar a evoluir, reinventando-nos permanentemente, para acompanhar as tendências emergentes no que respeita ao branding das maiores organizações internacionais”.

A WINNING Scientific Management foi constituída em 2012 e está presente em 5 países (Portugal, Espanha, Itália, Reino Unido e Angola). Em Portugal possui escritórios em Lisboa e no Porto e em Espanha possui os serviços centrais sediados num escritório em Madrid. A empresa que presta serviços a clientes dos sectores da Banca e Seguros, Retalho, Hotelaria, Sistemas de Informação, Transportes, Telecomunicações, Energia, Turismo, Saúde e Administração Pública, conta com 11 partners dos quais, dois se encontram responsáveis pelo escritório de Madrid e um é responsável pelo escritório do Porto, contando em conjunto, com mais de 160 colaboradores.

Para informação adicional sobre este comunicado, contacte por favor:
Vânia Guerreiro
Communications & Corporate Governance
comunicacao@winning.pt

Esta pesquisa apresenta um modelo para ajudar os gestores e decisores de negócio a tomar uma melhor decisão de iniciativas de investimento.

Este modelo fornece princípios e uma metodologia para auxiliar as organizações a estimar e avaliar os benefícios das suas iniciativas através de um Business Case, nomeadamente para projetos com impactos económicos e sociais. Este modelo pode ser aplicado por qualquer organização (setor privado, setor público ou ONG) que pretenda alavancar o seu valor comercial ou valor social.

ACESSO: aqui

PALAVRAS-CHAVE: Benefícios; Projeto; Business Case; Investimento; Estratégia; Responsabilidade social; Tomada de decisão.

AUTORES: Leandro Pereira, Claúdia Teixeira, André Salgado

Na Arquitetura as boas práticas na gestão de projetos são determinantes para o sucesso dos profissionais e das suas obras!

A temática que envolve a gestão de projetos não é um assunto novo. Em certos países, a atividade é utilizada desde o início da década de 1990. Porém, somente nos últimos anos é que as empresas portuguesas se deram conta da importância e, principalmente, da necessidade de uma gestão de projetos bem estruturada ao nível dos processos. Isto aconteceu, principalmente, pelo agravamento da crise económica que atravessámos e pelo aumento da competitividade do mercado.

Os problemas comuns no setor, como atrasos, alterações de âmbito, inconsistência de informações, não cumprimento de prazos, falta de controle nos processos e ausência de parâmetros bem definidos levam a um aumento considerável dos níveis de incerteza, indefinições e frustrações, tanto por parte dos profissionais envolvidos no projeto quanto dos

As boas práticas na gestão de projetos envolvem todo o ciclo de vida, contemplando a fase de iniciação, planeamento, execução, monitorização e controlo, até ao encerramento.

  • Tem a informação da gestão de projetos centralizada numa plataforma única?
  • Consegue planear e controlar a gestão dos seus recursos de forma eficaz?
  • Consegue antecipar e prevenir desvios nos seus projetos através de KPI’s/ indicadores?

Este tema interessa-lhe? Saiba mais aqui sobre a nossa solução de Project e Portfolio Manager para Arquitectos!


 

ROI Social

Senhor Presidente trago-lhe a resposta aos incêndios que o senhor primeiro-ministro não lhe deu!

Muitas reportagens, notícias e palavras têm sido escritas a dar nota do como se deveria ter feito, do se fosse eu assim seria ou está tudo mal em Portugal. Antes de lhe dar a resposta pergunto-lhe: E se pudéssemos voltar um ano atrás?

Na democracia moderna, e por influência do capitalismo, as nossas decisões focam-se sobretudo no custo e assentam pouco no valor. Os ciclos de quatro em quatro anos não nos permitem ter a ambição de uma visão integrada e tomar decisões que possam ir para além deles, ou seja, decisões baseadas no valor. Fique descansado que a resposta não é um devaneio filosófico.

Atualmente, muitos são os casos em que no após projeto ou acontecimento se avalia o retorno do investimento [ROI] ou da falta dele. Exemplo disso, é o cálculo do valor trazido pela Web Summit, de um produto lançado no mercado ou dos danos provocados pelos incêndios. Esta é a gestão tradicional.
Senhor Presidente, não o farei esperar muito mais para a resposta que precisava. A solução está na causa raiz do problema e o ROI Social vai ajudá-lo nas suas decisões. Mas o que é o ROI Social?


Interessado neste tema?
Faça o registo no website da WINNING para acesso ao download do documento.

TOP